Vermelho e mais nada

Se esse time aposta no vermelho, por que não?

Se esse time aposta no vermelho, por que não?

Sabe qual o make mais prático e rápido de todos os tempos? Batom vermelho. Verdade que a pele tem que estar bem feita, mas isso é básico. Aí, é aplicar bastante máscara nos cílios e prontinho. Não vai haver quem não a note na rua.

Pontos positivos:

. Dá um bust danado na auto-estima: não dá para se sentir mais ou menos com um batom vermelho nos lábios.

. Marca presença.

. Mostra que você não está ali para brincadeira.

. Economiza, e muito, o tempo de produção.

Quem pode? Todo mundo: de Olivia Wilde a Natalie Portman, passando por Amanda Seyfried e Emma Watson. Ou seja: nova, experiente, dona de bocão, de lábios finos…

Aplicar exige um tico de técnica, mas não é nada de outro mundo.

. Faça o desenho (e elimine eventuais falhinhas) com um lápis.

. Depois, preencha com a bala do batom ou, melhor ainda, com a ajuda de um pincel.

Anúncios

Meia lua vermelha é sexy!

Meia lua vermelha: retrô, sexy... e possível de fazer em casa.

Meia lua vermelha: retrô, sexy… e possível de fazer em casa.

Acho meia lua nas unhas vintage, retrô, sexy. Ainda mais se for vermelho… A primeira nail art de todos os tempos. Quem faz bem? As meninas do @cosmopolishnail, em São Paulo.

Meia-lua é muito sexy! Essa eu fiz com o chocolate quente Vertebra, da edição limitada Pierre Hardy, de Nars, no Cosmopolish.

Meia-lua é muito sexy! Essa eu fiz com o chocolate quente Vertebra, da edição limitada Pierre Hardy, de Nars, no Cosmopolish.

“Para fazer a meia lua de forma fácil, em casa, o melhor mesmo é, depois de aplicar base em todas as unhas, e deixar secar,  fazer uma espécie de máscara, colando na base da unha  meio reforço de fichário ou meia daquelas bolinhas auto-adesivas de fechar envelopes. Aí, o segredinho é pintar de vermelho a unha e retirar o adesivo em até 10 segundos depois de passado o esmalte. Finalize com extra-brilho e só!”, explica Jack Cardoso, sócia do Cosmopolish Nail Bar, em São Paulo, expert absoluta em nail art. Ficou com vontade de experimentar, vai lá!

Chubby stick: não dá para viver sem!

Meu quiver de Chubby Sticks, de Clinique. Deu para perceber que não vivo sem? O primeiro, lá em cima, é Intense, tem a cor mais sólida. O segundo, Woppin’ Watermelon é meu cor de boca, elogiado por tops e maquiadores, e a cor que passo quando só quero um tonzinho saudável nos lábios. O Two Ton Tomato é um vermelho com transparência, perfeito para quem quer aparecer, com discrição (mas se você aplicar com pincel, a nuance fica bem mais forte). O Pudgy Peony marca presença. E o Voluptuos Violet é misterioso. Heaping Hazelnut é nude, e nude é imbatível. Amo todos. E ainda meus lábios nesses dias secos. Em forma de lápis, dá para aplicar sem espelho!

Lipbalms com cor, os Chubby Sticks são ótimos para hidratar e dar um up no visual.

Lipbalms com cor, os Chubby Sticks são ótimos para hidratar e dar um up no visual.